Há Filmes na Baixa! em Julho

por Porto/Post/Doc / 15 07 2016


Nos dias 20, 21 e 22 de julho, o Há Filmes na Baixa! regressa ao Passos Manuel para apresentar um novo ciclo. Desta vez, durante três dias, serão projetados sete filmes documentais, que representam a diversidade e a experimentação do documentário contemporâneo. Este ciclo só é possível graças à rede de parcerias do festival, neste caso com o Curtas Vila do Conde e com a AporDoc (através da iniciativa Doc’s Kingdom).

A 20 de julho, serão exibidos três filmes de produção muito recente, estreados em Portugal no Curtas Vila do Conde 2016. Dois desses filmes são documentários experimentais de dois grandes nomes do cinema contemporâneo: Lav Diaz (já presente e premiado no 1º Porto/Post/Doc) e Deborah Stratman, com “The Day Before the End” e “The Illinois Parables”, respetivamente. O terceiro filme é de um jovem e promissor realizador português, Jorge Jácome, com “Fiesta Forever”.

No dia 21 de julho, o Doc’s Kingdom (seminário organizado pela AporDoc) faz uma pré-apresentação da sua próxima edição (a acontecer em setembro, nos Arcos de Valdevez), com a exibição de dois autores que estarão em foco: Dominic Gagnon e J.P. Sniadecki. Do primeiro, serão exibidas duas curtas-metragens e, do segundo, a longa “Foreign Parts”, que foi corealizada com Véréna Paravel. Este último filme serve também como lançamento de uma retrospetiva que o Porto/Post/Doc dedicará ao Sensory Ethnographic Lab, onde o filme foi produzido. Este laboratório da Universidade de Harvard tem sido responsável por diversos documentários premiados.

No dia 22 de julho, o Há Filmes na Baixa! apresenta a mais recente obra do realizador Sérgio Tréfaut, “Treblinka”, que se apoia nas memórias de Chil Rajchman, um judeu polaco que se salvou nos campos de concentração nazi. É um filme sobre o horror do Holocausto, mas um filme, infelizmente, também os terrores do presente. Segundo o cineasta: “Ao mesmo tempo, nestes últimos anos, com a actualidade da guerra na Síria, o lado mais negro da humanidade – em todo o seu horror e indiferença – esteve sempre presente enquanto eu trabalhava neste filme. Creio que viver entre fantasmas é uma experiência partilhada por homens e mulheres de muito diferentes. Todos os que sobreviveram a um massacre: as vítimas dos campos Nazis, mas também os sobreviventes de genocídios no Camboja, no Ruanda, na Bósnia ou, mais recentemente, na Síria e no Iraque.” O filme venceu o Prémio de Melhor Filme Português no IndieLisboa.

Todos os filmes são exibidos em estreia no Porto e para as primeiras 50 pessoas a levantarem bilhete para as sessões de dia 20 e 21 de Julho o Porto/Post/Doc e os Vinhos Verdes oferecem um convite diário para a 3ª edição do Vinho Verde Wine Fest, na Alfândega do Porto. Para mais informação sobre este evento clique aqui.

Para ver de 20 a 22 de julho, no Passos Manuel!

+ info:

20 de julho, 22h: Best of Curtas de Vila do Conde - http://bit.ly/29Dz8yV
21 de julho, 22h: Apresentação Doc’s Kingdom - http://bit.ly/29DyD7Z
22 de julho, 22h: "Treblinka", Sérgio Tréfaut - http://bit.ly/2afYm89


Tags: / / / / / / / / /
Partilhar: Facebook / Google+ / Twitter
← Notícia anterior Próxima notícia →