Thom Andersen em foco no 2º Porto/Post/Doc

por Porto/Post/Doc / 13 11 2015


Um dos mais luminosos e secretos realizadores norte-americanos, Thom Andersen, vai estar em foco no Porto/Post/Doc 2015. Teremos a oportunidade para ver a obra cinematográfica de um realizador cujo trabalho fílmico e pedagógico questiona as relações entre o cinema e o real.

Thom Andersen, um dos responsáveis pela transformação do documentário, um  velho conhecido do nosso país, é alvo de um ciclo que exibe os seus filmes mais raros como "Red Hollywood" e a sua mais recente longa-metragem, "The Thoughts That Once We Had". O filme é uma espécie de glória do cinéfilo, uma ambição em ver o mundo através destes filmes e com eles provocar um rutura com devir capitalista do futuro. Para isso, Andersen escreve no final deste filme: “To those who have nothing must be restored the cinema”. O cinema como salvação do mundo é, pois, na cinefilia extremada de Thom Andersen, uma arma da revolução. O trabalho de Thom Andersen pode ser comparado ao de um arqueólogo que resgata as imagens dando-lhes novos sentidos, provocando uma revolta das próprias imagens, agora isoladas e transcendidas das narrativas onde estavam inseridas.

As nossas histórias são reais. A segunda edição do Porto/Post/Dos está aí. Entre 1 e 8 de Dezembro o Teatro Municipal Rivoli, o Cinema Passos Manuel e o Maus Hábitos - espaço de Intervenção Cultural acolhem o cinema do real.


Tags: /
Partilhar: Facebook / Google+ / Twitter
← Notícia anterior Próxima notícia →