Panorama Português: ciclo de março do Há Filmes na Baixa!

por Porto/Post/Doc / 22 02 2017


Em março, o Há Filmes na Baixa! mostra o seu segundo ciclo de cinema em 2017. Desta vez, serão dois dias onde se exibirão dois documentários muito recentes de produção portuguesa: Pedra e Cal, de Catarina Alves Costa, e Como me apaixonei por Eva Ras, de André Gil Mata. Os dois filmes são retratos íntimos de duas realidades culturais muito diferentes: o interior do Algarve e um velho cinema em Sarajevo. Este ciclo Panorama terá novas edições ao longo de 2017, procurando mostrar os novos documentários portugueses, tal como foi feito no primeiro ciclo do ano.

Pedra e Cal é o mais recente documentário de Catarina Alves Costa, uma das mais reputadas documentaristas dos últimos anos. No seu labor etnográfico, a realizadora entra dentro das casas de rurais no interior do Algarve, procurando preservar as memórias dos seus habitantes. Na intimidade destas casas, vêem-se os pequenos pormenores da decoração e do trabalho artesanal destas pessoas. Um filme “caseiro” sobre as pequenas coisas que inventam a identidade de um povo. Como me apaixonei por Eva Ras é uma digressão de André Gil Mata por Sarajevo, local que escolheu para frequentar a famosa film.factory de Béla Tarr. Neste filme, Mata observa o dia-a-dia de uma mulher, Sena, na cabine de projeção de um velho cinema. Esta cabine é também a sua casa, o lugar da sua intimidade. Ao mesmo tempo que vemos os seus gestos, olhamos também os filmes projetados: velhas películas jugoslavas cheias de uma juventude apaixonante.

 Em 2017, continuaremos a propor ciclos de cinema, ao ritmo mensal, proporcionando hipóteses de descoberta de cinematografias menos conhecidas ou de filmes que merecem uma nova visibilidade. Estes ciclos, que terão uma coerência temática, irão prolongar a atividade do Porto/Post/Doc, o festival que decorre no final de novembro.

 

Ciclo #02.2017 “Panorama Português”
Cinema Passos Manuel, 22h00

14.03 – Pedra e Cal, de Catarina Alves Costa
15.03 – Como me apaixonei por Eva Ras, de André Gil Mata

+info sobre reserva de bilhetes


Tags: /
Partilhar: Facebook / Google+ / Twitter
← Notícia anterior Próxima notícia →