O cartaz do Porto/Post/Doc 2016

por Porto/Post/Doc / 22 11 2016


O Studio Dobra é um estúdio de design gráfico do Porto, coordenado por André Cruz e João Guedes. São eles os principais responsáveis por toda a imagem gráfica do Porto/Post/Doc 2016. O texto seguinte é a sua nota de intenções.

Group narcissism is huge. And the worst thing our collective narcissism is doing is the destruction of the planet. Together, we’re wiping out species after species after species, fuelled by consumerism, fuelled by our self-importance. Our narcissism may destroy us in the end. — Pat MacDonald

O desafio que encontramos ao desenhar um novo cartaz para o Porto/Post/Doc resulta da tentativa de construir uma proposta de cariz documental. Impõe-se como uma espécie de reflexão visual, gráfica, sobre hábitos ou comportamentos contemporâneos. O cartaz da terceira edição do festival é o terceiro de uma série em que a frase “As nossas histórias são reais” enquadra uma imagem que se pretende irónica, desafiante, perturbadora.

Para 2016, escolhemos uma imagem fotográfica através da qual, provocatoriamente, se enuncia uma forma de espelho. O enquadramento tipográfico incide sobre uma manifestação afetuosa entre um casal. A mulher, e não obstante o sorriso de aparente felicidade, está visivelmente mais empenhada em registar fotograficamente o momento com um smartphone. De alguma forma, torna-se mais importante o ato em si mesmo, do que o momento que o ato pretende retratar. Interessou-nos explorar o paralelo existente entre a fome narcisística alimentada pela selfie e o cinema documentário, na medida em que existe uma espécie de rasto autobiográfico coletivo on-line, que é real mas, em simultâneo, ficcionado por uma tentativa de todos pretendermos parecer espetaculares, a viver num distópico mundo de felicidade permanente, e não apenas pessoas normais, às vezes infelizes, às vezes solitárias, às vezes com rugas, às vezes com mau hálito.

Studio Dobra


Tags: /
Partilhar: Facebook / Google+ / Twitter
← Notícia anterior Próxima notícia →