Killing Time - Entre Deux Fronts

Tempo Para Matar · Killing Time

Lydie Wisshaupt-Claudel

2015, BEL, 88', M16


Competição 2015

02 Dez 2015 · TM Rivoli, Auditório Isabel Alves Costa · 22H30

05 Dez 2015 · Passos Manuel · 16H30


ESTREIA NACIONAL

De súbito, entramos no dia a dia de um grupo de marines de regresso do Afeganistão e do Iraque estacionados algures na paz terrena de uma base militar nos EUA. Agarrados à terra e junto das suas famílias, deslocadas para este lugar exatamente por serem a família de um militar, todos sobrevivem bem no meio do deserto do Mojave na Califórnia. Estamos em Twentynine Palms, uma cidade militar com quase dez mil habitantes, que ali estão por fazerem parte de uma força de elite a caminho da próxima guerra ou em treinos de preparação. O enquadramento geográfico e humano das suas vidas em intervalo de missões só vem reforçar, de forma subtil, a força absurda de uma existência dedicada a fazer a guerra. O tema aqui contado, sem entrevistas e sem comentários, acontece num movimento temporal de muita contenção e grande beleza cinematográfica. Os protagonistas estão como peixes fora de água, desta vez sem uma guerra para fazer, mas com a força da evocação de quem são, sempre à espreita, seja quando estão em casa, seja nos gestos banais do quotidiano. (Dario Oliveira)