Porto da Minha Infância

Porto da Minha Infância · Porto of My Childhood

Manoel de Oliveira

2001, PRT, 62', M6


Cinema Falado 2015

05 Dez 2015 · TM Rivoli, Grande Auditório Manoel de Oliveira · 21H00


Filme na primeira pessoa, votado às recordações de Manoel de Oliveira, e, mais do que isso, às suas lembranças de juventude na cidade que o viu nascer (e que ele viu, durante um século, transformar-se), Porto da Minha Infância precipita, num mesmo movimento anamnésico, uma espiral de tempos e de lugares. O Porto que o filme retrata é e não é o Porto da infância de Oliveira, a época que o filme convoca é e não é a da atualidade do passado. Nome próprio e substantivo comum, é antes, e simultaneamente, porto de partida e porto de chegada. E é no remexer de tempos e de espaços perdidos, no turbilhão que faz do cinema, simultaneamente, a arte da ilusão presente e a arte do presente tornado fantasmagoria, que somos levados, como o disse João Bénard da Costa, por entre ruínas, “ao passado, passado visto do presente, carregado de tempo”. (António Preto)

Esta sessão é patrocinada pela Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes.